Home » F1: Haas consegue recuperar célula de sobrevivência e unidade motriz no carro de Mick Schumacher

F1: Haas consegue recuperar célula de sobrevivência e unidade motriz no carro de Mick Schumacher

Uma ida ao chapeiro cara

Günther Steiner revelou ao Motorsport.com que os únicos componentes que se salvaram do carro de Mick Schumacher foram a célula de sobrevivência e a unidade motriz. Mick, recorde-se, teve um violento acidente durante a qualificação para o Grande Prémio da Arábia Saudita.

Apesar de Mick ter saído praticamente ileso do acidente, o mesmo não se pode dizer do seu VF-22. Steiner disse que pouco se aproveita do carro mas a célula de sobrevivência permaneceu intacta e é recuperável. Se este componente era de esperar que se aguentasse, mais surpreendente é saber que toda a unidade motriz se salvou, incluindo as baterias. Para além disto, apenas alguns elementos da suspensão dianteira esquerda podem ter sobrevivido. O resto é lixo.

O carro de Mick Schumacher ficou destruído no acidente em Jeddah.

A caixa de velocidades foi destruída no impacto mas a Ferrari garante que nenhum componente da unidade motriz foi afectado e, como tal, não haverá necessidade de os substituir. Boas notícias para a Haas que poupa uma penalização (por enquanto) e, sobretudo, poupa na conta do chapeiro. A estimativa para o arranjo anda entre os 500 mil e 1 milhão de euros. Um intervalo bastante alargado, é verdade, mas mesmo que o valor fique no limite inferior, é um valor considerável.

Günter diz também que, devido ao budget cap, a equipa tem um pé-de-meia para estas situações. Dá sempre jeito mas não convém andar a destruir material todas as semanas.

Mick Schumacher e o que restou do seu VF-22 estarão de volta já no Grande Prémio da Austrália.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *