Alfa Romeo

Anterior: Williams Equipas e Pilotos Próxima: AlphaTauri

ALFA ROMEO RACING ORLEN

Kimi Räikkönen

Antonio Giovinazzi

Nacionalidade Chassis Unidade Motriz
C41

Ferrari 065/6

Sede da equipa
Classificação em 2020 8º (8 pontos)
Team Principal Frédéric Vasseur
Director Técnico Jan Monchaux
Grandes Prémios 150 (150 iniciados)
Estreia GP da Grã Bretanha 1950
Anos no activo 1950-1951, 1979-1985, 2019-presente

PALMARÉS

Total Primeira Última
Vitórias 10 GP da Grã-Bretanha 1950 (Nino Farina) GP de Espanha 1951 (Juan Manuel Fangio)
Pole-positions 12 GP da Grã-Bretanha 1950 (Nino Farina) GP dos Estados Unidos – Oeste 1982 (Andrea de Cesaris)
Voltas mais rápidas 14 GP da Grã-Bretanha 1950 (Nino Farina) GP da Bélgica 1983 (Andrea de Cesaris)
Pódios 26 GP da Grã-Bretanha 1950 (Nino Farina) GP de Itália 1984 (Riccardo Patrese)
Dobradinhas 4 GP da Grã-Bretanha 1950 (1. Nino Farina, 2. Luigi Fagioli) GP de França (1. Juan Manuel Fangio, 2. Luigi Fagioli)
Títulos de Campeão do Mundo de Pilotos 2 – 1950 (Nino Farina), 1951 (Juan Manuel Fangio)
Títulos de Campeão do Mundo de Construtores melhor classificação: 6º (1983)
Breve História

A nova equipa da Alfa Romeo tem origem em duas equipas distintas: a própria Alfa Romeo e a Sauber.

A Alfa Romeo foi a primeira dominadora da Fórmula 1 vencendo as duas primeiras temporadas do então recém-criado Campeonato do Mundo de Construtores. Em 1952, sem ser capaz de financiar um novo carro, a Alfa decide abandonar a competição. Voltaria à Fórmula 1 apenas em 1979 e por lá ficaria até 1985 mas sem conseguir repetir o sucesso dos anos 50. Na verdade, nem sequer uma única vitória conseguiram nesta segunda aparição.

Entretanto, em 1993 a Sauber ingressa na Fórmula 1 depois de uma bem sucedida com a Mercedes nos Sport-Protótipos. Após o fim da parceria com a Mercedes a equipa mantém-se como independente até ao final de 2005, altura em que a BMW assume o controlo da equipa que se passa a chamar BMW Sauber. Assim se mantém até ao final de 2009 quando a BMW decide abandonar subitamente a Fórmula 1 e vende a equipa de volta a Peter Sauber… embora continuasse a competir como BMW Sauber em 2010 por já não ser possível alterar o nome em tempo útil. A Sauber continuou a participar no Mundial até 2018 e na temporada seguinte passa a inscrever os seus carros com o nome Alfa Romeo. A parceria começou como um simples patrocínio e estendeu-se para o naming da equipa com a Sauber a inscrever e a operar a “nova” equipa da Alfa Romeo nesta sua terceira encarnação na Fórmula 1.

Nomes anteriores

Alfa Romeo (1950-1951), (1979-1985);

Sauber (1993-2005), BMW Sauber (2006-2010), Sauber (2011-2018)

REDES SOCIAIS Página oficial Twitter Instagram Facebook

Anterior: Williams Equipas e Pilotos Próxima: AlphaTauri