Aston Martin

Anterior: Alpine Equipas e Pilotos Próxima: Ferrari

ASTON MARTIN COGNIZANT FORMULA ONE TEAM

Sebastian Vettel

Lance Stroll

Nacionalidade Chassis Unidade Motriz
AMR-21 Mercedes-AMG F1 M12
Sede da equipa Silverstone, Reino Unido
Classificação em 2021 7º (77 pontos)
Chairman Lawrence Stroll
Team Principal
Director Técnico Andrew Green
Grandes Prémios 28 (27 iniciados)
Estreia GP dos Países Paixos 1959
Anos no activo 1959-1960, 2021-presente

PALMARÉS

Total Primeira Última
Vitórias 0 Melhor resultado: 2º (1x) Melhor resultado: 2º (1x)
Pole-positions 0 Melhor qualificação: 2º (1x) Melhor qualificação: 2º (1x)
Voltas mais rápidas 0
Pódios 1 GP do Azerbaijão 2021 (Sebastian Vettel) GP do Azerbaijão 2021 (Sebastian Vettel)
Dobradinhas 0
Apagar
Títulos de Campeão do Mundo de Pilotos melhor resultado: 12º, 2021 (Sebastian Vettel)
Títulos de Campeão do Mundo de Construtores melhor resultado: 7º, 2021
Breve História

No final dos anos 1950 a Aston Martin vivia um bom período que culminou com a vitória à geral nas 24h de Le Mans de 1959. No mesmo ano, David Brown, à época dono da Aston, resolveu tentar também a Fórmula 1 mas os DBR4 e DBR5 de motor dianteiro mostraram ser pouco competitivos face aos novos de motor central que então emergiam e acabou por desistir no ano seguinte sem conseguir qualquer ponto (apesar de alguns sextos lugares mas na época apenas os 5 primeiros pontuavam).

Em 2020 um consórcio liderado por Lawrence Stroll tornou-se o principal da Aston Martin e transformou a Racing Point que havia comprado durante a temporada de 2018 na equipa de Fórmula 1 da Aston Martin. A equipa de Silverstone tem as suas origens na Jordan que se estreou em 1991 e apesar de algumas vitórias no final dos anos 1990 acabaria por ser vendido à Midland em 2005 passando a competir como Midland F1 no ano seguinte. período russo não durou muito e ainda no final de 2006 são os holandeses que assumem o controlo da equipa renomeando-a Spyker. A Spyker daria lugar à Force India no ano seguinte quando Vijay Mallya comprou a equipa e assim se manteria até 2018. Nesse ano os problemas financeiros e com a justiça de Mallya levariam ao colapso da equipa que seria comprada por Stroll e imediatamente transformada em Racing Point Force India e por fim em Racing Point. Como Racing Point a equipa voltaria às vitorias antes de passar a Aston Martin Formula One Team a partir de 2021.

Nomes anteriores

Jordan (1991-2995), Midland F1 (2006), Spyker (2007), Force India (2008-2018), Racing Point (2018-2020), Aston Martin (2021-presente)

REDES SOCIAIS Página oficial Twitter Instagram Facebook

Anterior: Alpine Equipas e Pilotos Próxima: Ferrari