Uma boa traseira

Encontramos imagens de traseira de todos os carros que queríamos, aqui explicamos a nossa curiosidade.

O que queríamos perceber era o quão agressivas estão a ser as equipas no packaging na zona posterior, sabemos que o Mercedes e os Aston Martin, pelas bossas dão a entender que estão a puxar pelos limites.

Mas vamos começar pelo Alpine, conseguimos perceber o porquê de terem apostado na decoração do carro, porque fosse a pintura feia e não havia ponta por onde pegar, é tudo grande, íncrivel.

Olhando para o RedBull vemos logo uma diferença considerável, a Honda mais confortável em vestir um tamanho abaixo, isto ajudará na aerodinâmica do carro, explicamos mais à frente de notar também que o pilar da asa traseira envolve o escape.

Depois temos o McLaren, utiliza motores Mercedes, mas não tem a bossa da “casa mãe” nem da Aston, o que não deixa de ser curioso, optaram por outra geometria na cobertura do motor, mas a verdade é que já vimos tantas versões do McL35M que não nos surpreenderia se isto mudasse.

A Ferrari e a Mercedes curiosamente têm algumas parecenças, ainda que no Mercedes seja bastante mais afunilado.

E depois temos o Aston Martin, é dificil ser mais agressivo do que isto nesta zona.

Ok, então, isto interessa para quê? Bom, quanto mais pequena é esta zona, em teoria melhor será o escoamento do ar, isto mitiga a zona de baixa pressão que se forma atrás do carro e que cria arrasto, porque o ar é conduzido por ali (ver smart vs porsche).

Para além disto ajuda o escoamento do difusor, já que o fluxo de ar que percorre a parte superior do carro serve quase de bengala ao que percorre a parte inferior na zona de expansão do difusor.

Assim, teoricamente, quanto mais estreita essa zona do carro, melhor a nível aerodinâmico. Aqui chegamos ao problema de olhar isoladamente aos componentes de cada carro Por exemplo carro com maior rake (RedBull) podem mitigar essa zona de baixa pressão com melhor efeito de solo-

Carros como o Mercedes, e suspeita-se agora o RedBull e o Ferrari, têm uma configuração de suspensão diferente que permite fluxos mais limpos e acabam também por mitigar esse problema.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *